Kit Harington e Iwan Rheon falam sobre as suas personagens de Game of Thrones

 

Kit Harington (Jon Snow) conversou com a Variety sobre alguns dos desafios de Game of Thrones – A Guerra dos Tronos e sobre o seu novo filme Testament of Youth (ainda sem data de estreia definida em Portugal).

Kit falou que fazer o papel de Jon Snow exige um compromisso enorme que não lhe permitiu diversificar como ator tanto como gostaria de fazer, devido aos seus compromissos com a série.

Ele também falou à Variety sobre a personagem do filme Testament of Youth e sobre Jon Snow:

“Fisicamente não é uma personagem tão difícil como Albert em “Cavalo de Guerra”, eu agora consigo sentir o que o actor fez por aquele papel. Mas Jon Snow é uma personagem difícil de fazer. Ele não fala muito, ele não se expressa muito, ele mantém tudo apenas para si mesmo. É difícil encontrar nuances com ele. Ele repete sempre a mesma mesma coisa uma vez após outra: “Eu sou um homem da Patrulha da Noite …” E os personagens nobres são sempre os mais difíceis.”

 

Iwan Rheon (Ramsay Bolton) provou que realmente é um bom rapaz para ser entrevistado. Ele ainda falou sobre a cena com Sophie Turner (Sansa Stark) no episódio 6.

“De todas as coisas terríveis que o Ramsay fez – e tem havido muitas – essa foi de longe a mais difícil de gravar.”

 

Ele também  disse como ele quer que Ramsay morra:

“Eu adorava vê-lo a ter um final espectacular – Deus sabe que ele merece. E isso é algo que pode vir a acontecer a qualquer momento. Essa é a natureza do espectáculo – ninguém está verdadeiramente seguro. Dito isto, eu acabei de comprar um apartamento em Londres, então eu espero que esse dia não venha cedo demais. […] Mas esse dia está definitivamente a chegar, não se deixem enganar com isso – e eu espero que quando ele chegar isso seja épico, desagradável e, de preferência relacionado com dragões. Ele precisa sair de uma forma estrondosa.”

 

About Jon

Nascido entre o Gelo e o Fogo, descendente de duas das grandes casas de Westeros, Targaryen e Stark. Um apaixonado por este mundo que nos seus tempos livres dedica-se a fazer aquilo de que mais gosta, descobrir e dar a conhecer mais sobre este mundo.