Ian Beattie (Meryn Trant) fala sobre a sua saída da lista da Arya

Meryn Trant foi o primeiro nome que Arya Stark colocou na sua lista da morte, assim que descobriu que ele foi o responsável pela morte de Syrio Forel (Syrio foi um instrutor de Dança das Águas contratado por Eddward Stark para ensinar a filha a manusear a Agulha).

Meryn Trant nunca foi um personagem querido pelo público em Game of Thrones. Nunca se mostrou ser amigável nem divertido, não possuía qualquer tipo de traço que o valorizasse positivamente junto dos fãs da série. Ao longo da série vimos Meryn a cumprir alguns dos caprichos de Joffrey, o que não ajudou em nada à sua popularidade, e no final, ficamos a saber que ele também era um pedófilo.

Game of Thrones é uma série em que são raras as vezes em que as personagens mais amadas conseguem a sua vingança, então a morte de Myryn Trant foi uma espécie de presente para os fãs. Ian Beattie (Meryn Trant) falou sobre o momento em que ficou a saber do destino da sua personagem.

“Eu tive uma sensação de desgraça iminente. Mas o David [Benioff] e o Dan [Weiss] eles não fazem nada sem que haja um toque de estilo. Então eles telefonaram-me pessoalmente para me darem a notícia. Eles disseram-me ‘Nós estamos a enviar os roteiros dos episódios nove a dez e então vais ver algo verdadeiramente desagradável para Sor Meryn’.”

 

“Então, quando eu vi os scripts eu fiquei genuinamente horrorizado. Eu estava assustados com o desafio de trazer este monstro para a vida, para fazer este monstro humano, e eu acreditava que iria torná-lo ainda mais aterrorizante. Não havia um  único dia que passava sem que eu não pensa-se sobre as cenas, seja a do episódio nove ou a do episódio dez.”

 

“Esses três dias foram, provavelmente, também o maior desafio da minha carreira enquanto ator. Eu acho e espero que tenha percebido, que estive a apresentar ao espectador  o horror que é  ser Sorr Meryn e o bem de o fazer acabar como ele merece. Mas também foi o pior momento da minha carreira profissional.”

Beattie passa a explicar que para as últimas seis horas de filmagens, ele usava próteses sobre os olhos, o que era uma coisa boa, pois assim ninguém podia vê-lo a chorar. Ele também fala sobre o quanto foi um prazer trabalhar com Maisie Williams, e como eles só fizeram um take, quando Arya saltou por cima de Meryn e enfiou uma adaga nos seus olhos. Além disso, o ator foi usado para tirar todas as dúvidas sobre uma teoria popular que envolve a sobrevivência de Sírio Forel.

“Sim. Falando na voz do meu personagem, Sírio Forel está morto. A menos que Syrio tenha conseguido de alguma forma superar Sor Meryn naquele momento, com metade de uma espada de madeira, algo que eu acho extremamente improvável, Sor Meryn nunca o teria deixado vivo.”

Ele ainda mencionou que David Benioff e Dan Weiss disseram-lhe que Sírio estava morto, e que a única maneira de que o instrutor de Dança de Água poderia estar vivo seria sob o disfarce de Jaqen H’ghar, coisa que ele não acha que seja provável.

 

Fonte: Winter is Coming

About Jon

Nascido entre o Gelo e o Fogo, descendente de duas das grandes casas de Westeros, Targaryen e Stark. Um apaixonado por este mundo que nos seus tempos livres dedica-se a fazer aquilo de que mais gosta, descobrir e dar a conhecer mais sobre este mundo.