George R.R. Martin fala sobre a ‘Morte’ na ficção

George R. R. Martin segura o prémio por Outstanding Drama Series para a série da HBO “Game Of Thrones” | 67th Primetime Emmy Awards in Los Angeles, California September 20, 2015

George R.R. Martin esteve à conversa com a Galaxy’s Edge, uma revista online bimensal onde falou sobre o modo como a “morte” é tratada em Game of Thrones e As Crónicas de Gelo e Fogo. O fato de o autor matar as personagens principais tornou-se uma marca registada da sua história.

A entrevista foi conduzida pelo escritor Joy Ward.

Eu acho que um escritor, mesmo sendo um escritor de fantasia, tem a obrigação de dizer a verdade, e a verdade é, como se diz em Game of Thrones, todos os homens devem morrer. Especialmente, se estiver a escrever sobre a guerra, que é certamente o assunto principal em Game of Thrones… Não se pode escrever sobre a guerra e a violência sem haver morte. Se querem ser honestos, devem também afetar as personagens principais. Nós lemos nas histórias mais de um milhão de vezes, quando um bando de heróis partiu numa aventura, é o herói o seu melhor amigo e a sua namorada e eles passam por aventuras incríveis de arrepiar os cabelos e nenhum deles morre. Os únicos que morrem são [personagens] secundários/extras.

Isso é uma fraude. Isso não acontece dessa forma. Eles vão para uma batalha e o melhor amigo morre ou eles ficam terrivelmente feridos. Eles perdem uma perna ou morrem inesperadamente.

A morte é muito arbitrária. Está sempre lá. Ela vem para todos nós. Todos vamos morrer. Eu vou morrer. Tu vais morrer. A mortalidade é a alma de todo este material … Uma vez que aceitamos que temos de incluir a morte, então temos que ser honestos sobre a morte e mostrar que podemos derrubar qualquer um a qualquer momento. Não conseguimos viver para sempre só porque somos bonitos ou somos o melhor amigo do herói ou o herói. Às vezes, o herói morre, pelo menos nos meus livros.

Eu amo todas as minhas personagens, por isso é sempre difícil matá-los, mas eu sei que isso tem que ser feito. Eu tendo a pensar que “não os mato”. São os outros personagens a matá-los. Eu tiro toda a culpa de mim próprio.

George também falou sobre quando começou a escrever, a participação dele na série de tv “The Beauty and the Beast“, os projetos de fanfiction que fez no passado, entre outros assuntos. A entrevista completa pode ser lida AQUI.

+ George R.R. Martin divulga mais um capítulo de “Os Ventos do Inverno”

About Jon

Nascido entre o Gelo e o Fogo, descendente de duas das grandes casas de Westeros, Targaryen e Stark. Um apaixonado por este mundo que nos seus tempos livres dedica-se a fazer aquilo de que mais gosta, descobrir e dar a conhecer mais sobre este mundo.