Escritor de Game of Thrones explica como as personagens viajam tão rápido na série

18

Um dos maiores problemas que temos visto no decorrer da série (problema esse que tem sido mais evidente desde a quinta temporada) é que algumas personagens fazem viagens super rápidas entre pontos extremos do Mundo Conhecido enquanto que outros, em distâncias iguais ou até menores, demoram mais tempo (o tempo apropriado, diga-se).

A piada de que Mindinho (Petyr Baelish) tem uma espécie de teletransportador secreto já é muito conhecida entre os fãs mais acirrados de Game of Thrones, esta personagem em particular tem sido capaz de fazer longas viagens num piscar de olhos. Na atual temporada (T6) ele deixou o Vale no episódio “Book of the Stranger” (episódio 4) e chegou a Vila Toupeira logo no inicio de “The Door” (episódio 5), tendo sido mais rápido a viajar entre esses dois pontos do que Sansa e Brienne quando foram de Winterfell até a Castelo Negro, viagem para a qual elas (e Podrick) demoraram 3 episódios. A ida de Petyr até Vila Toupeira foi ainda mais rápida que a viagem que ele fez com Sansa na temporada 5 entre o Vale a Winterfell, onde só demorou 2 episódios. Claro que as passagens de tempo entre episódios não são sempre as mesmas, mas ao relacionar com a acção dos outros núcleos nesses mesmos episódios torna-se claro que estas viagens são rápidas demais.

Yara e Theon Greyjoy também fizeram uma viagem bem rápida no mais recente episódio, “The Broken Man”. Os irmãos Greyjoy viajaram desde Pyke até Volantis (mais abaixo temos um mapa com as viagens traçadas para que entendam melhor) em apenas dois episódios. É uma viagem muito longa, para tão pouco tempo.

42

Bryan Cogman em entrevista à Entertainment Weekly deu uma explicação para esses acontecimentos:

Os prazos entre as várias histórias não estão necessariamente alinhados dentro de um determinado episódio. Por exemplo, a ‘Tour pelo Norte’ de Jon e Sansa provavelmente levaria duas semanas, mas a história de Arya ao decorrer dos últimos episódios abrange apenas alguns dias. Há algum tempo atrás, percebemos que, se tentarmos amarar as coisas e fazer uma linha com a história dia após dia entre todas as personagens em algum momento o impulso (da série) iria sair prejudicado.

No entanto estas explicações de Bryan não batem com o que vimos das viagens do Mindinho, pois não explica como a viagem dele desde o Vale a Vila Toupeira levou menos tempo que a da Sansa e Brienne desde Winterfell até Castelo Negro, sendo que estes núcleos se entrelaçam.

Fonte: Winteriscoming.net
Fonte: Winteriscoming.net
  • Azul -> Viagem de Mindinho desde o Vale até Vila Toupeira [temporada 6 | demorou 1 episódio]
  • Vermelho -> Viagem de Yara e Theon de Pyke a Volantis [temporada 6 | demorou 2 episódios]
  • Rosa -> Viagem de Yara desde Pyke ao Forte do Pavor [temporada 4 | demorou 6 episódios]

Como se pode observar no mapa, as viagens são todas elas bastante longas, no entanto no tempo da série elas foram bastante rápidas (a destacada a rosa é a mais aceitável e próxima à realidade entre todas). Se a série se desse ao cuidado de trabalhar melhor, era sempre uma mais valia, ao dar mais realismo aos acontecimentos.

Será que as declarações do autor e também realizador fazem mesmo sentido? Daqui cremos que não, e vocês o que acham disso?


Fonte: Winter is Coming


O próximo episódio vai para o ar domingo na HBO e chega a Portugal no dia seguinte pelo Syfy Portugal.

+ S06E08 No One [trailer e sinopse]

 

 

About Jon

Nascido entre o Gelo e o Fogo, descendente de duas das grandes casas de Westeros, Targaryen e Stark. Um apaixonado por este mundo que nos seus tempos livres dedica-se a fazer aquilo de que mais gosta, descobrir e dar a conhecer mais sobre este mundo.